domingo, 14 de julho de 2013

Nacionalismo cibernético, por Rodrigo Constantino

Rodrigo Constantino

"Gostaria de ouvir o caseiro Francenildo a respeito do zelo que petistas têm pela privacidade alheia." - Carlos Andreazza


O governo petista, ao que tudo indica, tentará se aproveitar do clima de revolta contra a espionagem do governo americano (e qual não espiona?) para avançar ainda mais sobre nossas liberdades. Todo cuidado é pouco!


Conforme a notícia, o Brasil quer nacionalizar servidores de internet, e isso preocupa, com toda razão, empresas do setor. Diz a reportagem:



Uma proposta de alteração no texto do Marco Civil da Internet pode mudar completamente a atuação das empresas de tecnologia no Brasil. Preocupado com as consequências do Prism, o governo brasileiro deve propor a nacionalização do armazenamento de dados – o que deve gerar uma série de transtornos e problemas para empresas e consumidores.

Segundo a ministra das Relações Institucionais no Brasil, Ideli Salvatti, os dados que circulam por aqui não devem ser armazenados em outros países, “sem controle da nação brasileira”. Para se ter uma ideia do impacto de uma medida como essa, sites como o Google e o Facebook, que têm os seus bancos de dados fora do país, poderiam ser forçados a se retirar do mercado brasileiro.

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, sugere replicar os servidores no Brasil. “Estabelecer uma política e dar um prazo para que os grandes datacenters sejam replicados aqui dá condições de exigir o cumprimento da legislação que protege a privacidade dos cidadãos”, completa.


Como todos os inúmeros defeitos, mesmo sob um esquerdista como Obama, eu ainda confio bem mais no governo americano do que no nosso, especialmente sob o PT, no que diz respeito ao sigilo dos dados na internet. Esse é o tipo de reação que muitos liberais críticos da atitude de Snowden temiam: esse vazamento de espionagem servir não para o aumento da liberdade, mas como pretexto para governos muito mais autoritários que o americano avançarem mais ainda sobre seus cidadãos.


Como lembra a frase da epígrafe, do meu editor da Record, a hipocrisia do PT é total quando se mostra zeloso da privacidade dos indivíduos. Nada disso foi levado em conta quando o governo quis desqualificar um humilde caseiro que ousou denunciar um poderoso ministro. Alguém realmente dormiria mais tranquilo ao saber que nossos servidores estão sob os cuidados do governo brasileiro, e não do americano?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Seguidores

Arquivo do blog

LIBERDADE COMO NOSSO DOM MAIOR

Ser livre para ir e vir!Pela liberdade de expressão.Pela humanidade contra os pregadores da escuridão que assolam nosso mundo moderno.Democracia verdadeira sempre,não aquela de fachada que persegue quem não compartilha de suas idéias.