quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Manifestações e protestos: a tempestade passou? -Marco Antonio Villa

Assim como ninguém imaginava a proporção assumida nacionalmente pelas manifestações de junho, também ninguém consegue explicar porque o mês de julho passou em branco, excetuando, o ocorrido em Belo Horizonte, Vitória e, especialmente, no Rio de Janeiro.

Há uma paralisia no mundo político. A velha e carcomida elite teme continuar com suas velhas práticas, receosa da volta dos protestos. Por outro lado, de prático, nada fez para sinalizar claramente uma mudança de hábito.

O espaço das ruas ficou restrito a grupos ultra-esquerdistas de viés fascista, sem nenhuma representatividade.

O julgamento dos recursos dos mensaleiros pode ser o primeiro momento de mobilização, ainda em agosto. Na quinta, Joaquim Barbosa prometeu apresentar o calendário,

Muitos projetos estão parados no Congresso, alguns vinculados à eleição do ano que vêm, especialmente o que trata dos novos partidos e do tempo de propaganda na TV e rádio (o projeto que estava para ser aprovado, dava a Dilma quase 2/3 do tempo da propaganda gratuita).

E os “pactos” propostos pela Dilma? Já caíram no esquecimento.

Estamos naquele momento do “nem paz, nem guerra”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Seguidores

Arquivo do blog

LIBERDADE COMO NOSSO DOM MAIOR

Ser livre para ir e vir!Pela liberdade de expressão.Pela humanidade contra os pregadores da escuridão que assolam nosso mundo moderno.Democracia verdadeira sempre,não aquela de fachada que persegue quem não compartilha de suas idéias.