domingo, 22 de dezembro de 2013

RODRIGO CONSTANTINO- Obama: o carrasco dos imigrantes ilegais. Ou: Mais um mito obamista que desmorona

Eis aí mais um mito da esquerda caviar que desaba num piscar de olhos. Lembram daquele candidato multiculturalista, aberto aos imigrantes, camarada de todos? Pois é: o Obama real, no poder, é aquele que bate recorde em captura de imigrantes ilegais. O que seria da esquerda caviar sem sua retórica grandiosa e sua prática diametralmente oposta, ou seja, sem sua hipocrisia?
Deu na Folha que captura de imigrante ilegal na fronteira bate recordo com Obama:
No ano fiscal de 2008, 134 mil indivíduos foram devolvidos ao México após serem apreendidos no ato da travessia para os EUA.
Neste ano, o volume saltou para 235 mil, segundo dados do Departamento de Segurança Interna divulgados na última quinta-feira.
“Há uma relação entre o aumento da militarização na fronteira e a quantidade de mortes. Antes, eles cruzavam por caminhos planos e, em um certo ponto, um parente ou ‘coiote’ [atravessador] os buscava de carro”, diz Geena Jackson, voluntária do No More Deaths (“Chega de Mortes”), organização de ajuda humanitária.
“Mas, com o recente aumento dos guardas e pontos de vistoria nas estradas, eles precisam abrir trilhas mais perigosas, escalar montanhas e caminhar até mais longe antes de serem buscados de carro. São pessoas comuns, sem nenhum equipamento adequado, arriscando a vida para fugir da Border Patrol [a Patrulha de Fronteira]“, declara Jackson.
As travessias são feitas em grupo, mas alguns podem ficar pelo caminho -e muito provavelmente morrer- devido a uma desidratação ou a uma simples bolha nos pés que os impeça de continuar.
Neste ano, foram encontrados 187 corpos de pessoas que morreram tentando cruzar para os EUA, segundo Daniel Wilson, um dos voluntários que estudam e refazem as trilhas deixando galões de água, latas de feijão, cobertores e meias secas, na esperança de que sejam encontrados por migrantes necessitados.
Veja bem: nem é o caso de discordar ou não na fiscalização rigorosa. Lei é lei, e deve ser cumprida. O fato é que Obama tinha um discursinho bem diferente desta realidade. Ainda assim, são sempre os Republicanos que acabam vistos como “anti-imigração” e coisas do tipo. Checar os fatos? Isso dá um trabalho…
Sobre a imigração em si, já publiquei um texto aqui. Os Estados Unidos foram criados na base da imigração. Mas eram tempos diferentes: cada indivíduo tinha que se virar, não podia contar com tantos impostos, ou seja, recursos alheios, para tantas regalias. Em outras palavras, não havia esse estado de bem-estar social, incompatível com a livre imigração.
welfare state oferece uma carona “grátis” aos acomodados, aos novos imigrantes, aos que acabaram de chegar e já podem usufruir de várias coisas pagas pelos demais. Claro que esse modelo gera xenofobia e aversão à imigração livre. Só na cabeça oca e hipócrita da esquerda caviar é que as pessoas adoram trabalhar pesado para bancar as necessidades dos outros.
No mais, vale notar que o fluxo de imigração diz muito sobre os modelos. Por que não há uma horda tentando invadir Cuba, por exemplo? Poxa, não é um “paraíso” onde “nenhuma criança dorme na rua”, com boa saúde e educação de qualidade? Piada de mau gosto. E nada como o “teste do pudim” para verificar onde as pessoas realmente querem viver: nos países mais capitalistas.
Outro ponto importante: construir muros para impedir a entrada de imigrantes ilegais não é o mesmo que construir muros para impedir a saída do próprio povo. Falo esta obviedade ululante pois sempre aparece um ou outro esquerdista para comparar muros nos Estados Unidos e Israel com o Muro de Berlim dos comunistas. Outra piada de mau gosto.
Enfim, defendo uma política bastante liberal de imigração, desde que o modelo não seja o de welfare state coletivista. Já a esquerda, representada por Obama, defende tanto a abertura geral das fronteiras como um mega estado de bem-estar social. Claro que a conta não fecha. Na prática, precisam fechar mais a fronteira e capturar os imigrantes ilegais.
Obama foi o recordista nessa prática. Assim como é o recordista em promessas não realizadas, em hipocrisia, em retórica vazia e em cara de pau. Parabéns, Obama! E parabéns a todos aqueles inocentes úteis que choraram de emoção com sua eleição, pois “tudo” seria diferente. Tem gente que nunca aprende mesmo…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Seguidores

Arquivo do blog

LIBERDADE COMO NOSSO DOM MAIOR

Ser livre para ir e vir!Pela liberdade de expressão.Pela humanidade contra os pregadores da escuridão que assolam nosso mundo moderno.Democracia verdadeira sempre,não aquela de fachada que persegue quem não compartilha de suas idéias.