quinta-feira, 3 de abril de 2014

Acionistas minoritários afastam Jorge Gerdau do Conselho da Petrobrás

Políbio Braga
José Guimarães Monforte foi indicado por fundos estrangeiros capitaneados pela gestora escocesa Abradeen. A informação é do site www.veja.com.br desta manhã. Os minoritários estão inconformados com a atuação de Gerdau, alinhado de modo carnal com os governos de Lula e Dilma. Ele também poderá ser responsabilizado pelo negócio de Pasadena. 

Acionistas minoritários elegeram, nesta quarta-feira, Mauro Cunha e José Guimarães Monforte como os seus dois representantes no conselho de administração da Petrobras, nas vagas destinadas respectivamente a detentores de ações ordinárias e preferenciais. É a primeira vez que minoritários estrangeiros e brasileiros (pessoa física) conseguem se unir e eleger candidatos próprios para as duas vagas. Os minoritários têm direito a duas das dez cadeiras no conselho.

. Cunha já ocupava o cargo e foi reeleito. Monforte assumirá o posto no lugar do empresário Jorge Gerdau. Com isso, Gerdau deixa o conselho, após vários anos no órgão, primeiro como indicado do governo, depois na vaga de minoritários (PN). Até agora, a vaga dos preferencialistas sempre foi ocupada por um representante com o aval do governo, já que fundos de pensão e empresas estatais votam na condição de minoritários.

- Monforte foi indicado por diversos investidores estrangeiros capitaneados pela gestora escocesa Aberdeen, responsável por administrar 300 bilhões de dólares em ativos. Segundo acoluna Radar On-line, do site de VEJA, a indicação teve o apoio dos fundos de pensão americanos, como The California State Teachers’ Retirement System, F&C Management, Hermes Equity Ownership Services e The Universities Superannuation Scheme.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Seguidores

Arquivo do blog

LIBERDADE COMO NOSSO DOM MAIOR

Ser livre para ir e vir!Pela liberdade de expressão.Pela humanidade contra os pregadores da escuridão que assolam nosso mundo moderno.Democracia verdadeira sempre,não aquela de fachada que persegue quem não compartilha de suas idéias.