quarta-feira, 2 de abril de 2014

Jornal Nacional mostra que relatórios dos auditores (Citi e BDO) não recomendam a compra da refinaria Pasadena

O Jornal Nacional criou esta noite um novo problema para a presidente Dilma Roussef, porque mostrou fac símile do relatório de três páginas preparado pelo Citigroup para instruir a compra da refinaria Pasadena pela Petrobrás.

O documento desmente cabalmente a cartilha distribuída pelo Planalto aos seus aliados no Congresso, na qual afirma que o Citigroup recomendou o negócio.

. É outra mentira do governo.

. Datado de 1 de fevereiro, mesmo mês da compra, o Citigroup alega que não pode fazer auditoria  (due dillegence) alguma, baseando seu relatório apenas em resultados de conversas com diretores da Astra e da Petrobrás, recomendando expressamente muita cautela, já que não houve auditoria e nem inspeção alguma. O Citigroup exigiu no relatório que ele não fosse tornado público sem seu expresso consentimento.

. O governo não respeitou a exigência do Citigroup e está divulgando a parte final do relatório, um dos 10 pontos e o único em que os auditores falam sobre o preço, já que nos demais 9 pontos são feitas reservas tremendas a respeito do negócio. 

. Na reportagem da Globo, os jornalistas mostraram relatório da empresa de auditoria da BDO, que está presente em 140 Países, no qual a empresa expressa reservas enormes sobre todo o negócio, recomendando que a Petrobrás imponha “limites” ao negócio.

. O pedido de CPI foi apresentado esta noite no Senado, mas só amanhã o presidente Renan Calheiros dirá alguma coisa.

. Também corre lista paralela para uma CPMI, mista, das duas Casas do Congresso.


. O governo tenta desesperadamente evitar as investigações, impugnando o pedido e até expandindo o foco das investigações. 

Políbio Braga

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Seguidores

Arquivo do blog

LIBERDADE COMO NOSSO DOM MAIOR

Ser livre para ir e vir!Pela liberdade de expressão.Pela humanidade contra os pregadores da escuridão que assolam nosso mundo moderno.Democracia verdadeira sempre,não aquela de fachada que persegue quem não compartilha de suas idéias.