terça-feira, 8 de abril de 2014

SPONHOLZ e a raposa tomando conta do galinheiro no Tribunal de Contas


Do blog do Ricardo Setti

aacharge
O Palácio do Planalto, não hesitando em atropelar a ética uma vez mais, dispõe-se a designar como ministro do Tribunal de Contas da União o senador Gim Argello (PTB-DF), suplente que em 2007 assumiu a vaga do ex-senador Joaquim Roriz — que renunciou para não ser cassado por corrupção — sem ter tido um único voto e que sofre acusações sérias no Supremo Tribunal Federal.
Vejam parte de reportagem que publicou a respeito o jornal Folha de S. Paulo:
“Gim é alvo de seis processos no Supremo Tribunal Federal. Em um deles, a Procuradoria Geral da República já ofereceu denúncia contra o senador em que ele é acusado de fraudar licitação e desviar verbas públicas à época em que presidiu a Câmara Legislativa do Distrito Federal.
“O processo aguarda desde 12 de setembro de 2013 pelo voto do relator, o ministro Gilmar Mendes.
“Nos outros inquéritos, a lista de crimes atribuídos a Gim Argello inclui apropriação indébita, corrupção (ativa e passiva), lavagem de dinheiro e crimes contra o patrimônio.
“Em sua defesa, Gim afirma que não é alvo de nenhuma condenação judicial”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Seguidores

Arquivo do blog

LIBERDADE COMO NOSSO DOM MAIOR

Ser livre para ir e vir!Pela liberdade de expressão.Pela humanidade contra os pregadores da escuridão que assolam nosso mundo moderno.Democracia verdadeira sempre,não aquela de fachada que persegue quem não compartilha de suas idéias.