quinta-feira, 8 de maio de 2014

Cinquenta ônibus depredados em greve: o que é isso, companheiros?

O que se passa com o Brasil? Está certo que sempre sentimos um baque quando saímos do país e vamos para os Estados Unidos ou a Europa. A começar pelas gritantes diferenças entre os aeroportos. Mas assim já é demais! Chego em Miami, no belo e organizado aeroporto internacional, alugo um carro bom por ótimo preço e 20 minutos depois estou no meu destino em Miami Beach. Uma rápida descansada (classe econômica, algo que a esquerda caviar não sabe o que é), e ligo o computador para ler as notícias. A primeira que vejo é essa: Cinquenta ônibus são depredados por grevistas na Zona Oeste do Rio:
A greve de rodoviários, que acontece desde o primeiro minuto desta quinta-feira, pegou os passageiros de surpresa e causa transtornos no município do Rio. Na Zona Oeste, as empresas de ônibus que operam foram alvos de vandalismo por parte dos rodoviários em greve. Somente a Viação Jabour teve 30 coletivos depredados, e os motoristas tiveram que voltar à garagem nesta manhã. A Viação Redentor também teve veículos depredados pelos grevistas. O BRT circula com 60% da frota, prejudicando milhares de usuários.
No início da manhã, um grupo de grevistas estava reunido na porta das garagens das empresas de ônibus na tentativa de convencer colegas a aderir à paralisação. Alguns profissionais discordaram do aumento firmado entre o Sindicato de Motoristas e Cobradores do Município do Rio (Sintraturb Rio) em março deste ano. O acordo fixou reajuste de 10% no salário e 40% na cesta básica. O grupo dissidente, no entanto, reclama que a classe não foi consultada sobre esse acordo e pede, pelo menos, mais 10% de aumento salarial e tíquete de R$ 300.
Por coincidência eu já estava pensando em escrever algo sobre o novo hobby dos “manifestantes” (prefiro chamá-los de vândalos), que é justamente queimar ônibus. Só esse ano já foram mais de cem! O que acham que vão conseguir com isso além de encarecer as passagens e transformar a vida de todos num inferno? Também acho que o transporte público no Brasil precisa melhorar, e muito. Mas por acaso o método para tanto será destruir tudo que é coletivo no caminho? Não me parece uma ideia muito brilhante…
Até que ponto há interesses políticos nisso tudo? Por que os grevistas ameaçam aqueles que querem trabalhar? Greve pode até ser um ato legal, mas uso de coerção sobre trabalhadores não. Isso é crime! Assim como é crime destruir propriedade alheia. Esses “manifestantes” são, portanto, criminosos. Não importa se suas intenções são boas ou se há legitimidade em suas demandas: perdem a razão no momento em que partem para a violência.
O Brasil voltou à época de greves diárias que paralisam o país, é? Foi essa a grande conquista do PT no poder? Antes esse era um método usado pelo PT para chegar ao poder; agora parece ser um método que usam para tirar o PT do poder. E sempre quem paga o pato são as pessoas humildes, os trabalhadores que desejam apenas chegar no trabalho e garantir seu ganha pão, de preferência sem perder 2 ou 3 horas no trajeto e sem tanto risco de assalto ou, como vemos, de ataques violentos.
O contraste com um país mais desenvolvido e civilizado é grande demais, chocante. Esse tipo de coisa apenas aumenta a vontade de muitos de ficar por aqui, de partir do Brasil de vez para voltar apenas nas férias. É muito triste tudo isso, pois sabemos o potencial que nosso país possui. Mas muitos fazem de tudo para que ele seja eternamente o país do futuro. What a shame!
Rodrigo Constantino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Seguidores

Arquivo do blog

LIBERDADE COMO NOSSO DOM MAIOR

Ser livre para ir e vir!Pela liberdade de expressão.Pela humanidade contra os pregadores da escuridão que assolam nosso mundo moderno.Democracia verdadeira sempre,não aquela de fachada que persegue quem não compartilha de suas idéias.