quinta-feira, 15 de maio de 2014

Polícia abre inquérito por homicídio no caso do empresário Henry Maksoud

Texto publicado no Blog do Claudio Tognolli
O Ministério Público de São Paulo encaminhou ao Departamento de Homicídios de Proteção à Pessoa (DHPP) representação de notícia-crime, dando conta de que o empresário Henry Maksoud foi vítima de homicídio doloso (com intenção de matar).
Dono do hotel Maksoud Plaza, em São Paulo, Henry Maksoud morreu na quinta-feira, 17/4, aos 85 anos, em decorrência de um câncer.
Dois dias antes de sua morte, e com exclusividade, este blog informou que o Ministério Público vinha investigando a manutenção de Maksoud em cárcere privado, em sua mansão de 1,5 mil metros quadrados, na Chácara Flora, zona sul de São Paulo.
No penúltimo domingo o programa Fantástico, da Rede Globo, fez reportagem de longos minutos sobre o tema.
A ex-manicure do hotel, Georgina Célia Bizerra Maksoud, que se casou com o patriarca Henry Maksoud, era quem cuidava de sua saúde. Ela é a principal investigada sobre as denúncias de supostos maus-tratos.
O caso está sob segredo de Justiça. Mas este blog apurou que:
- Quem mandou que as investigações de homicídio fossem encaminhadas à polícia foi o promotor Anual Martins (a ocupar o cargo de promotor-secretário do Terceiro Tribunal do Júri de Santo Amaro).
- O caso é investigado, em segredo de Justiça, pela delegada-chefe do departamento de homicídios, Elisabeth Sato (a mesma que investigou a morte do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel).
- O corpo de Henry Maksoud vai ser exumado nos próximos 15 dias.
- Há depoimentos dando conta de que Henry Maksoud era obrigado a tomar, misturados a chás e sucos, os medicamentos Rivotril e Lexapro (em doses cavalares incompatíveis com um idoso doente).
- Há depoimentos dando conta de que Maksoud, mesmo doente, tentou fugir três vezes de sua casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Seguidores

Arquivo do blog

LIBERDADE COMO NOSSO DOM MAIOR

Ser livre para ir e vir!Pela liberdade de expressão.Pela humanidade contra os pregadores da escuridão que assolam nosso mundo moderno.Democracia verdadeira sempre,não aquela de fachada que persegue quem não compartilha de suas idéias.