quarta-feira, 7 de maio de 2014

Ricardo Setti- Arena do atraso


Dilma vai a Curitiba na 6ª inaugurar a Arena da Baixada. Só que, por falta de dinheiro, a obra parou. E agora?

A Arena da Baixada: (Foto: Estadão Conteúdo)
A Arena da Baixada: parou de chegar dinheiro, os salários atrasaram e a obra não termina (Foto: Estadão Conteúdo)
VISITA INAUGURAL DE DILMA À ARENA DA BAIXADA NA 6ª FEIRA PODE SER CANCELADA. O MOTIVO; ATRASO DAS VERBAS
A presidente Dilma Rousseff confirmou visita à Curitiba na próxima sexta-feira, 9.
O documento do cerimonial da Presidência da República (veja mais adiante) confirma duas agendas. Uma é a cerimônia de contratação do Metrô de Curitiba e o lançamento do Edital. Tudo certo.
O problema está na segunda agenda que envolve a Arena da Baixada.
Dilma vem dar o pontapé inicial de inauguração do estádio, fazer as firulas todas e quer ter certeza que, depois de todo vexame envolvendo os atrasos nas obras, a coisa agora está nos eixos.
A presidente, porém, pode ficar a ver navios.
Isso porque, de novo, houve atraso no repasse do dinheiro para as obras.
A verba vem do BNDES, passa pela agência estadual Fomento Paraná e deveria chegar na conta da Arena, mas houve um falha no meio do caminho, mais uma vez, e com isso iniciou-se um novo jogo do conhecido empurra-empurra.
O BNDES diz que fez sua parte e o problema está na Fomento Paraná que não repassa a verba. A Fomento diz que o dinheiro não chegou e por isso não pode repassar a Arena.
Aiaiaiai.
O fato é que sem dinheiro não tem obra e até os salários dos funcionários estão atrasados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Seguidores

Arquivo do blog

LIBERDADE COMO NOSSO DOM MAIOR

Ser livre para ir e vir!Pela liberdade de expressão.Pela humanidade contra os pregadores da escuridão que assolam nosso mundo moderno.Democracia verdadeira sempre,não aquela de fachada que persegue quem não compartilha de suas idéias.