quarta-feira, 7 de maio de 2014

RS- Deputado Goergen é ameaçado de morte e mostra video no qual chefe caingangue diz que vai matar todo mundo em Faxinalzinho

Políbio Braga
Em vídeo postado no Youtube, liderança caingangue dá ultimato a ministro da Justiça, promete fechar rodovias e fala em derramamento de sangue. O deputado Jerônimo Goergen,que postou o video, denunciou ameaças de morte que recebeu na semana passada na região. Ele chegou a ser cercado por caingangues que queiram matá-lo. 
CLIQUE AQUI para ver e ouvir.

O líder indígena Valério Oliveira fez declarações polêmicas em vídeo postado no Youtube na última quinta-feira , três dias após o assassinato de dois agricultores no município de Faxinalzinho, no norte do Rio Grande do Sul. Os irmãos Anderson e Alcemar Souza foram mortos a tiros e pauladas por índios da etnia caingangue que reivindicam a demarcação de reservas na região.

. Oliveira deu um ultimato ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e ameaçou com mais derramamento de sangue. "Até a semana que vem (esta semana), os índios estão prontos para ir para a estrada e isolar os municípios de novo. Se o ministro não vier dar uma garantia aos índios sobre a portaria da Reserva Candoia, vamos juntar mais 5 mil índios e, aconteça o que acontecer, vai ficar a critério do ministro. Se ele não tomar providências, vai acontecer derramamento de sangue e vai haver mortes", ameaçou a liderança.

. O vídeo onde Valério Oliveira aparece fazendo as ameaças foi divulgado pelo deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) na reunião da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), realizada nesta terça-feira (6), em Brasília. . 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Seguidores

Arquivo do blog

LIBERDADE COMO NOSSO DOM MAIOR

Ser livre para ir e vir!Pela liberdade de expressão.Pela humanidade contra os pregadores da escuridão que assolam nosso mundo moderno.Democracia verdadeira sempre,não aquela de fachada que persegue quem não compartilha de suas idéias.